Mapeamento da Educação Superior: Minas Gerais

Programa de Pós-graduação Stricto Sensu em Geografia - Tratamento da Informação Espacial

Desenvolvimento Humano

Fonte: PNUD; FJP; IPEA, 2013

O Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM) é um indicador do desenvolvimento municipal centrado nas pessoas, a partir de três componentes que permitem uma comparação entre os municípios: renda, longevidade e educação (PNUD; FJP; IPEA, 2013). O IDHM 2013 é baseado nos dados do Censo Demográfico de 2010.

O IDHM é um número que varia entre 0 e 1, sendo que o valor mais alto indica um maior desenvolvimento humano no município, de acordo com as seguintes faixas:

Em 2010, não havia nenhum município de Minas Gerais com IDHM muito baixo. No entanto, 73 municípios, localizados nas regiões norte e leste do estado, possuíam IDHM baixo. 552 municípios possuíam IDHM médio e 226 municípios possuíam IDHM alto. Apenas Belo Horizonte e Nova Lima possuíam IDHM muito alto, com os valores 0,810 e 0,813 respectivamente.

Fonte: PNUD; FJP; IPEA, 2013

O IDHM Renda é um indicador do padrão de vida dos residentes de um determinado município (PNUD; FJP; IPEA, 2013). Em Minas Gerais, havia, no ano de 2010, um evidente desequilíbrio de renda entre as regiões oeste e noroeste do estado. Por exemplo, a média dos índices municipais na região do Triângulo Mineiro / Alto Paranaíba era 0,717, enquanto que essa média na região Norte de Minas era 0,580. Novamente, apenas Belo Horizonte e Nova Lima possuíam IDHM Renda muito alto e não havia nenhum município com valor muito baixo.

Fonte: PNUD; FJP; IPEA, 2013

O IDHM Longevidade é um indicador baseado na expectativa de vida ao nascer (PNUD; FJP; IPEA, 2013). Entre os componentes do IDHM, esse é o que apresentava os valores mais altos para Minas Gerais em 2010: eram 659 municípios com IDHM Longevidade muito alto e 194 municípios com IDHM Longevidade alto. Esses últimos eram mais frequentes nas regiões norte e leste do estado.

Fonte: PNUD; FJP; IPEA, 2013

O IDHM Educação é um indicador baseado no percentual de pessoas que frequentam os níveis fundamental e médio de ensino e no percentual de pessoas que já possuem ensino fundamental e médio completo. Esse é o único componente do IDHM para o qual Minas Gerais possuía, em 2010, municípios na faixa muito baixo. Eram 170 municípios com IDHM Educação entre 0,339 e 0,499. Havia 465 municípios com IDHM Educação baixo, 195 municípios com IDHM Educação médio e 23 municípios com IDHM Educação alto. Minas Gerais não possuía nenhum município com IDHM Educação muito alto.

Referências:

PNUD; FJP; IPEA. Atlas do Desenvolvimento Humano no Brasil 2013. PNUD; FJP; IPEA, 2013. Disponível em: <http://atlasbrasil.org.br/2013/>. Acesso em: 01 out. 2013.

Elaboração: Prof. Marcos André Silveira Kutova
Orientação: Prof. Dr. João Francisco de Abreu
Programa de Pós-graduação Stricto Sensu em Geografia - Tratamento da Informação Espacial
Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais

© PUC Minas, 2013. Todos os direitos reservados, de acordo com o art. 184 do Código Penal e com a lei 9.610 de 19 de fevereiro de 1998. Proibidas a reprodução, a distribuição, a difusão, a execução pública, a locação e quaisquer outras modalidades de utilização sem a devida autorização da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais.